Saiba como evitar os problemas de usabilidade mais comuns em sites e cative seus clientes.

5 comentários
Desenvolvimento, performance, site, usabilidade

Problemas de usabilidade em sites que deixam os consumidores furiosos

Estar presente em vários canais de comunicação ao mesmo tempo é muito comum hoje em dia e até necessário. Porém, nem mesmo a explosão do uso das redes sociais foi capaz de tirar dos sites o título de campeão, sendo o principal meio de comunicação entre empresas e consumidores. Pena que muitas empresas ainda não reconhecem este potencial e não cuidam deste canal com o carinho necessário, dando margem para muitos problemas de usabilidade!

Em uma loja física, por exemplo, o que deixa os clientes satisfeitos? Um bom atendimento, vendedor atencioso, decoração caprichada, talvez um cafezinho ou uma água gelada. Coisas deste tipo geram um sentimento de satisfação no consumidor e fazem com que ele queira retornar mais vezes à sua loja.

Na internet isso não é diferente. Saber cativar é o ponto-chave para que os clientes retornem ao seu site. Porém, diferente de uma loja física, criar este sentimento no mundo virtual não é assim tão fácil. Mas digamos que o princípio é o mesmo: trate-o bem e não o deixe irritado. Você está se perguntado como? É o que você vai descobrir logo abaixo ao ver os principais erros de usabilidade cometidos na criação de sites.

Deixe o seu site rápido, muito rápido

Você tenta acessar um site e ele demora segundos e mais segundos para começar a carregar. Isso é muito comum de vermos e também vamos combinar que é uma coisa muito chata! Nesta hora não importa se o site é interessante, provavelmente você vai desistir de esperar e fechará logo a página. Para alguns isso pode parecer falta de paciência, porém isso é mais comum do que você imaginava. É o que revela uma pesquisa realizada pela Fast Company. Uma em cada quatro pessoas abandonam uma página se ela demora mais de 4 segundos para carregar e, neste quesito, milésimos de segundos fazem toda diferença.

Existe uma outra questão para se preocupar. Desde 2010 o Google vem divulgando alguns critérios para os resultados de ranqueamento orgânico e todos têm um único objetivo: melhorar a experiência dos usuários. Entre esses quesitos está o tempo de carregamento. Se alguns anos atrás carregar um site parecia uma batalha, hoje, com a banda larga, isso se tornou muito mais rápido. Porém, parece que esse progresso fez com que as empresas deixassem de lado a preocupação com o “peso” dos sites.

Falta de contraste

Outro problema de usabilidade muito comum é o tamanho e as cores das fontes e o contraste delas com o fundo do site. Se letras muito pequenas já atrapalham a leitura de quem não tem nenhum problema de visão, imagine de quem já possui alguma limitação?

Esqueça o uso de pop ups

Sem dúvida pop ups é um dos problemas de usabilidade que irrita muito os internautas. Para quem não sabe, pop ups são aquelas janelas com propagandas que “pipocam” na tela bloqueando a visão de um site. Se já é irritante em desktop, imagina em dispositivos mobile como smartphone, por exemplo. Por se tratar de uma tela geralmente pequena, as tentativas de fechar aquelas abas são frustantes e você acaba sendo direcionado para uma outra página.

Se é para agradar, tem que abrir legal no celular

É quase impossível pensar que em pleno século XXI algum desenvolvedor ainda construa um site que não seja preparado para mobile. Olhe à sua volta! Isso faz todo sentido! Quantas pessoas que você conhece não acessam a internet pelo celular? O acesso mobile triplicou nos últimos três anos, como mostra uma reportagem publicada no site Folha.

Um teste muito simples para você descobrir se seu site é preparado para mobile ou não, é abrindo-o no celular. Se você conseguir visualizar todos os detalhes, parabéns, seu site é mobile ou responsivo. Agora, se você precisar dar zoom na tela significa que ele não está preparado.

Menu descomplicado

Ao acessar um site, a maioria das pessoas já têm em mente que informações querem visualizar. O caminho para chegar até elas é o menu (ou pelo menos deveria ser). Se o menu for difícil de navegar ou possuir uma estrutura muito complicada, é provável que a pessoa acabe desistindo de acessar e migre para um site concorrente.

Não deixe seu site fora do ar

Contratação de hospedagem é uma grande dúvida da maioria das pessoas, principalmente aquelas que estão começando um pequeno negócio na internet. Na maioria das vezes, a hospedagem compartilhada é a mais em conta, mas este é um barato que pode sair caro. Como são vários sites hospedados em um mesmo servidor, caso algum deles utilize mais recursos do que o normal, é provável que todos sejam afetados. Isso pode acontecer, por exemplo, se algum site receber um grande número de visitas repentinamente. O servidor não vai suportar e todos os sites sairão do ar. Lembre-se: Mais chato do que ter um site mal estruturado, é não conseguir acessá-lo.

Ao construir um site, não deixe de pensar na qualidade da experiência dos seus usuários. Muitas vezes é melhor ter um site simples, que atende às necessidades dos usuários, do que ter um site cheio de efeitos e pesado. Ninguém quer perder tempo com páginas lentas e confusas que não levam a nada.

 

5 Responses to “Problemas de usabilidade em sites que deixam os consumidores furiosos”

Deixe uma resposta