A parceria entre marketing e TI se tornou essencial para o sucesso dos negócios ao longo dos anos. Entenda essa evolução e como melhor integrá-la.

nenhum comentário
Desenvolvimento, mercado, parcerias

Marketing e TI: uma parceria estratégica e necessária

Quando falamos em convivência no trabalho é muito comum vermos divergências entre departamentos, não é mesmo? E isso se agrava ainda mais quando os colaboradores têm que trabalhar em conjunto em um mesmo projeto. Os motivos mais comuns são distribuição de verba, cronograma e objetivos distintos. Um clássico exemplo dessa conturbada relação são os departamentos de marketing e TI.

Para entendermos melhor o porquê dessa situação, vamos falar um pouco mais sobre a evolução do marketing ao longo dos anos.

Se voltarmos no tempo,  vamos nos deparar com um  marketing totalmente diferente do que é feito hoje. O antigo marketing, ou 1.0, era totalmente focado em divulgar o produto ou serviço e era offline. Sua principal missão era tentar “empurrar” a mensagem de divulgação para o maior número de pessoas possível, estivessem elas interessadas ou não.

Com o surgimento da tecnologia da informação nasceu o marketing 2.0, focado em satisfazer e reter clientes. Posteriormente, com a ascensão da internet, surgiu o marketing 3.0, voltado para os valores, onde os consumidores são muito mais exigentes, seletivos, conhecem seus direitos e não se iludem por qualquer propaganda publicitária.

Ou seja, no marketing 3.0 deve-se levar sempre em conta o que pensa e como age o consumidor. Suas necessidades e expectativas nunca devem ser negligenciadas, como explica o guru do marketing, Philip Kotler, em seu livro Marketing 3.0: “Em suma, a era do Marketing 3.0 é aquela em que as práticas de marketing são muito influenciadas pelas mudanças no comportamento e nas atitudes do consumidor. É a forma mais sofisticada da era centrada no consumidor, em que o consumidor demanda abordagens de marketing colaborativas, culturais e espirituais.”

Nesta nova era, a tecnologia se faz presente em todas as áreas de uma empresa e a internet e as mídias sociais se tornaram os principais meios de relacionamento entre o cliente e as empresas e consequentemente desempenham um papel decisivo na conquista do novo consumidor. Se antes as pessoas eram passivas e escolhiam a marca que melhor as convencesse, hoje o consumidor quer explorar as diversas mídias e encontrar algo que agregue algum valor em suas vidas.

Evolução na relação entre marketing e TI ao longo dos anos

Atualmente, o marketing precisa criar experiências individualizadas que conectem a empresa ao consumidor, através de um canal automatizado de engajamento. Além disso, esse canal precisa entregar uma experiência de qualidade e neste quesito deve-se levar em conta a usabilidade, a navegabilidade, a disponibilização de conteúdos relevantes etc. Pontos como esses se tornaram um desafio para as equipes de marketing, pois é preciso transmitir a mensagem certa, na hora certa e para a pessoa certa.

Para que tudo isso se tornasse viável, a relação entre marketing e TI foi se estreitando ao longo dos anos e hoje essa parceria se tornou indispensável para o sucesso dos negócios nas empresas, pois a tecnologia e o mundo digital se tornaram peças-chave para a conquista dos clientes.

Nesta parte, TI entra criando soluções e ferramentas capazes de gerar uma melhor experiência para os usuários e também coletando dados de acesso a fim de segmentar perfis, mostrando o caminho certo para que o marketing tome decisões.

Infelizmente, algumas vezes os departamentos de marketing e TI parecem falar linguagens bem diferentes e a falta de debate para entender as necessidades do outro é um dos principais problemas. Marketing precisa compreender melhor o trabalho de tecnologia da informação. Por outro lado, os profissionais de TI não devem ser apenas técnicos, achando que seu trabalho se resume apenas em digitar códigos. Estes profissionais precisam voltar seus  pensamentos também para área de negócios, entender a missão da empresa e quais programas e processos serão necessários para que o marketing conheça melhor seus clientes e como essas informações serão sincronizadas com o desenvolvimento de produto ou serviços para que a empresa atinja seus objetivos.

Recentemente, surgiu no mercado um um profissional específico para a fazer a ponte entre marketing e TI: o CDO ou chief data officer, que nada mais é do que um diretor executivo com noções de marketing e conhecimentos aprofundados de TI, que tem como principal função a gerência dos interesses em comum de ambas as áreas e a disponibilização de dados para atender as necessidades da empresa no desenvolvimento de novos produtos, serviços e ofertas.

Dicas para uma parceria estratégica entre marketing e TI

Uma dica para uma parceria estratégica entre os dois departamentos é reunir todas as pessoas envolvidas no projeto, deixar claro quais são os seus objetivos e elaborar em conjunto o planejamento e o cronograma do projeto. É bom se ter em mente que todo projeto pode sofrer alterações durante o percurso. Por isso, o gerenciamento do projeto é tão importante quanto a sua execução, pois é através dele que se detecta possíveis riscos envolvidos e se avalia novas estratégias que podem ser adotadas.

O essencial é ter em mente que a harmonia entre as duas áreas e o trabalho realizado em conjunto afetará diretamente na escolha do cliente, pois na era digital só serão vencedores aqueles que conseguirem cativar os clientes e atenderem suas necessidades na velocidade que eles esperam.

Deixe uma resposta