Quantas linguagens um programador deveria saber? Apenas a que ele mais domina, ou deve-se abrir a outras oportunidades? Leia abaixo e saiba mais sobre o assunto!

nenhum comentário
Geral

Linguagens em Programação

 

Quantas linguagens um programador deveria saber? Apenas a que ele mais domina, ou deve-se abrir a outras oportunidades? Saiba mais sobre linguagens em programação e sua importância para o programador, e também veja como saber escolher a linguagem certa no momento certo, assistindo o vídeo abaixo:

 

As Linguagens e Suas Funções

Uma linguagem de programação é um meio padrão para definir um programa de computador. Com ela o programador pode especificar em quais dados o computador vai trabalhar, a forma como esses dados serão armazenados ou propagados e qual atitude tomar em diferentes situações. Uma de suas funções é facilitar a comunicação entre o programador e o hardware. Veja abaixo as 5 linguagens em programação mais usadas no mercado de trabalho:

1. JAVA

É uma das mais usadas no mundo. É a principal linguagem de programação usada para desenvolver aplicativos para smartphones e tablets Android e também é muito utilizada para desenvolvimento Web. Na linguagem Java o desenvolvedor não se preocupa tanto com detalhes de nível baixo, como ponteiros, memória, processamento, etc. O Java tem um gerenciamento automático de coletor de lixo e de memória, facilitando a vida do desenvolvedor, porém, consumindo mais processamento.

2. JAVASCRIPT

Um programador envolvido com a Web de fato “respira” Javascript. O Javascript faz a manipulação de comportamentos de uma página web, interagindo com o HTML e o CSS. Por exemplo, um submenu que é exibido em resposta ao movimento do mouse sobre um item de menu. No entanto, o potencial do Javascript vai muito além da manipulação de elementos na página. É uma linguagem essencial e extremamente poderosa que todo programador deveria saber.

3. PHP

Mais usada no backend de sites. A maioria dos sites da internet são feitos com PHP. E isso por conta dos gerenciadores de conteúdo mais requisitados: WordPress, Joomla e Drupal. Boa parte dos blogs que você vê na internet utilizam algum destes gerenciadores. Uma grande vantagem do PHP é que ele é extremamente fácil e simples para um iniciante, e ao mesmo tempo oferece diversos recursos para um programador profissional. Explore a longa lista de funções do PHP e comece a escrever scripts básicos em poucas horas.

4. PYTHON

Muitos consideram Python a linguagem ideal para iniciantes. É uma linguagem que serve pra quase tudo e permite trabalhar de forma mais rápida, prática, possibilitando integrar sistemas de forma eficaz. Grandes empresas utilizam Python para suas tarefas essenciais, como por exemplo: Netflix, Google e Youtube. Algumas de suas principais características e qualidades são: O uso de indentação para marcar blocos, baixo uso de caracteres especiais (o que torna a linguagem muito parecida com pseudo-código executável), coletor de lixo para gerenciar automaticamente o uso da memória etc.

5. C#

É a linguagem principal em se tratando de Microsoft. Também é uma das mais usadas do motor gráfico de desenvolvimento de jogos Unity. Se você deseja programar para Windows 7, 8, 10, de fato deve saber C#.
C# é uma junção das principais vantagens de algumas linguagens em programação, melhorando suas implementações e adicionando novos recursos. As inovações dessa linguagem permitem escrita de aplicativos de maneira rápida, mantendo a expressividade e elegância das linguagens C-Style.

 

Expandindo o Conhecimento

De fato, saber mais de uma linguagem em programação, hoje em dia, é essencial. Pois aprender uma linguagem é se permitir encontrar um novo jeito de pensar e expressar novos conceitos que você traz de um ecossistema para o outro. É imprescindível saber, também, escolher a linguagem certa no momento certo, de acordo com o que você já está utilizando para trabalhar. Sabendo dosar e mesclar, naturalmente sua produtividade aumentará e seu conhecimento irá expandir rapidamente, fazendo de você um programador mais completo e versátil.

SAIBA MAIS SOBRE LINGUAGENS EM PROGRAMAÇÃO!

 

Deixe uma resposta